• We are available for your help 24/7
  • Email: info@isindexing.com, submission@isindexing.com


REVISTA CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DO MERCOSUL

ISSN(p): | ISSN(e):2675-9675
Journal Papers (39) Details
...
Indexed Journal

1 “Comunicação, desafios e estratégias da educação a distância” , Marcos de Matos Palácio
Pensar na gestão da comunicação integrada em instituições de ensino que utilizam a educação a distância em ambientes virtuais nos leva, inicialmente, a esclarecer como a concebemos e como ela poderia, em tese, contribuir para que essas organizações cumpram seus propósitos educacionais e objetivos institucionais. O significado da comunicação institucional, em síntese, é o do posicionamento da organização perante o público, a opinião pública e a sociedade. A comunicação institucional está ligada exatamente à própria instituição, à sua personalidade, ao seu modo de ser. No entanto, não podemos tratar os públicos-alvo como sujeitos passivos e deslumbrados pelas explorações das novas tecnologias e pelo poder das mídias sociais, mas como seres pensantes e críticos, vendo o que está por trás dos bastidores de toda a indústria digital, neste contexto transitoriedade e incerteza que caracteriza a sociedade contemporânea.
2 NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS PARA EDUCAÇÃO REMOTA APLICADAS NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA , Aldedy Pereira Lopes de Araújo
Os avanços em relação à disseminação do uso das tecnologias de informação e comunicação revelam novas expectativas para a educação a distância, elas se configuram em espaços digitais de aprendizagem via internet como forma de transpor conteúdos e disciplinas disseminadas por meio de conexões que possibilitam a aprendizagem humana. Este artigo busca demonstrar como os aplicativos de acesso remoto podem ser aplicados em ambientes de educação a distância, tendo em vista o seu grande crescimento na sociedade brasileira.
3 NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS PARA EDUCAÇÃO REMOTA APLICADAS NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA , Aldedy Pereira Lopes de Araújo
Os avanços em relação à disseminação do uso das tecnologias de informação e comunicação revelam novas expectativas para a educação a distância, elas se configuram em espaços digitais de aprendizagem via internet como forma de transpor conteúdos e disciplinas disseminadas por meio de conexões que possibilitam a aprendizagem humana. Este artigo busca demonstrar como os aplicativos de acesso remoto podem ser aplicados em ambientes de educação a distância, tendo em vista o seu grande crescimento na sociedade brasileira.
4 EDUCAÇÃO DOMICILIAR , Aroldo Lopes Góya
Ensino doméstico ou ensino doméstico é uma prática em que os pais ou responsáveis assumem a responsabilidade direta pela educação formal de seus filhos em casa. As aulas podem ser ministradas por eles ou por professores particulares contratados com o auxílio de materiais didáticos e pedagógicos. Mais de 60 países permitem ou proíbem o ensino em casa , como é o caso dos Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, Nova Zelândia, França, Portugal, Bélgica, Irlanda e Finlândia. Outros proíbem essa prática, por exemplo, Alemanha, Espanha, Grécia e Suécia. Este é um fenômeno emergente e crescente, e estima-se que apenas nos Estados Unidos, mais de 2 milhões de americanos recebem educação em casa. O grau de intervenção do estado varia, desde notificações exigidas de instituições educacionais oficiais até o monitoramento regular da educação domiciliar e avaliações periódicas para monitorar o desempenho acadêmico. Atualmente, estima-se que cerca de 7 mil famílias e 15 mil crianças e adolescentes tenham educação familiar em nosso país. Os pais que não têm muito tempo em casa podem optar por contratar um professor particular pessoalmente ou por meio de cursos online. Obviamente, na educação familiar , o papel dos pais sempre foi fundamental. Se a família optar por contratar um tutor, os pais irão supervisionar o compromisso da criança e se ela está realmente aprendendo. Se mais de uma criança está seguindo o mesmo curso, a atenção dos pais pode ser um pouco diferente. No entanto, isso é melhor do que a pouca atenção que uma criança pode receber em certas situações na escola. No ensino individual, o professor sempre tem ideias sobre os temas que o aluno entende e o que não conhece. Além disso, se a criança precisa de tempo para entender, em casa os pais ficam livres para insistir em um determinado assunto por mais tempo, livremente por um longo período.
5 LEITURA EM SALA DE AULA: DA TEORIA À PRÁTICA , EDINI MARIA DA SILVA PIRES
A reflexão sobre o ensino da leitura na escola é muito importante hoje. Nesta reflexão, é imprescindível analisar os fatores que impedem a formação de sujeitos da leitura para que possam apresentar caminhos de renovação e qualificação na prática pedagógica relacionada à leitura. A leitura sempre teve um papel social de grande interferência na sociedade, mas enquanto houver educadores com caráter dominante, o processo educativo será sempre exclusivo. O trabalho de leitura na escola tem como objetivo aproximar o aluno e compreender as ideias dos autores e buscar no texto elementos básicos e efeitos de sentido. É muito importante que o leitor se envolva, se emocione e adquira a visão de diversos materiais que trazem mensagens presentes na comunidade em que vive, sempre em busca da democracia. Um trabalho de leitura e formação de leitores para abordar diversos tipos de textos, pois o mundo está em constante mudança e é preciso avançar de acordo com a tecnologia. No contexto escolar, percebemos que os alunos estão cada vez mais distantes e desinteressados pela leitura e é aí que a prática pedagógica, o ensino e o incentivo à leitura pelos alunos e pela comunidade podem levar todos a se tornarem 'leitores competentes ”. Investir na formação de leitores é uma tarefa urgente. Você tem que apostar que é possível ir além da alfabetização e os leitores da disciplina são capazes de olhar reflexivamente a realidade ao seu redor e de fazer a escolha de mudá-la de alguma forma.
6 MARKETING NO SISTEMA DE LOGÍSTICA , Expedito Sousa Barbosa
O marketing tem sido uma ferramenta imprescindível para as empresas que buscam uma forma de atrair novos clientes para o consumo de seus produtos. Assim, o sistema logístico vem buscando métodos para atingir seus objetivos de crescimento. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo explicar sobre o marketing no sistema logístico abordando sua importância. Os objetivos específicos eram: explicar o surgimento da logística; descrever as empresas logísticas vinculadas a parâmetros tecnológicos; abordando o marketing presente na logística. O método utilizado correspondeu à pesquisa bibliográfica essencial para a construção e conclusão do presente trabalho, a qual concluiu que, o marketing presente no sistema logístico, tem uma pragmática essencial para o seu crescimento no mercado, onde quanto maior a sua divulgação, mais retorno trará a empresa de logística.
7 MARKETING NO SISTEMA DE LOGÍSTICA , Expedito Sousa Barbosa
O marketing tem sido uma ferramenta imprescindível para as empresas que buscam uma forma de atrair novos clientes para o consumo de seus produtos. Assim, o sistema logístico vem buscando métodos para atingir seus objetivos de crescimento. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo explicar sobre o marketing no sistema logístico abordando sua importância. Os objetivos específicos eram: explicar o surgimento da logística; descrever as empresas logísticas vinculadas a parâmetros tecnológicos; abordando o marketing presente na logística. O método utilizado correspondeu à pesquisa bibliográfica essencial para a construção e conclusão do presente trabalho, a qual concluiu que, o marketing presente no sistema logístico, tem uma pragmática essencial para o seu crescimento no mercado, onde quanto maior a sua divulgação, mais retorno trará a empresa de logística.
8 AVANÇO TECNOLÓGICO COM A INTUITO DE IMPACTAR O MARKETING PARA AS EMPRESAS , Expedito Sousa Barbosa
O marketing visa uma relação estreita com a dinâmica social, pois, através dos seus conceitos, a sociedade em geral opta por viver, consumir e pensar as autonomias propostas pela força do marketing. Nesse sentido, o avanço tecnológico tem levado as empresas a optarem pela implantação do marketing como forma de promover e obter retorno para sua organização, o que, além de ser considerado de extrema importância, torna-se essencial pela competitividade existente no mercado. Assim, este artigo tem como objetivo explicar sobre os avanços tecnológicos com o objetivo de impactar o marketing das empresas. Os objetivos específicos eram: explicar sobre tecnologia e marketing; descrever a motivação de marketing para as empresas. O método utilizado foi a pesquisa bibliográfica, o que se torna de extrema importância para a construção e conclusão desta pesquisa. O artigo concluiu que, o avanço tecnológico e o impacto causado na vida das pessoas, segundo a hipótese, nota-se que o comportamento dos indivíduos, muda de acordo com o ambiente em que vivem, e isso promove um maior impacto, relacionado às empresas optarem para marketing em avanço tecnológico.
9 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO , Gleiva Oliveira Costa
O mercado mundial passa por diversas transformações que provocam mudanças, principalmente nos processos de gestão das organizações e que exigem maior flexibilidade e adaptação. Diante desse cenário, este artigo tem como objetivo analisar a importância do planejamento estratégico organizacional como principal ferramenta de gestão de empresas em um mercado cada vez mais competitivo. Além de seus aspectos conceituais, foram considerados relevantes para a elaboração do trabalho. A pesquisa foi realizada com base na literatura de diversos autores da área para compreender a estruturação, desenvolvimento e implementação do planejamento estratégico. Nos países de primeiro mundo, costuma-se planejar estrategicamente, desde o nascimento de uma empresa. Por outro lado, o Brasil, até recentemente, desconhecia essa nova ferramenta de gestão administrativa, que planeja e decide sobre o futuro das ações e atividades empresariais. Hoje essa importância é amplamente discutida nos bancos acadêmicos, o que se reflete nas administrações das empresas.
10 FERRAMENTA DE BALANCED SCORECARD , Gleiva Oliveira Costa
Significa BSC que, traduzido, significa “Indicadores de Desempenho Equilibrado”. Esse é o nome de um conceito voltado para a administração de empresas. Esse conceito parte do pressuposto de que a escolha de indicadores para a gestão de uma empresa não deve se restringir às informações econômicas ou financeiras, pois refletem muito mais o passado do que o futuro. Se a empresa teve lucro no ano passado, isso não garante que o próximo ano será tão bom. Assim, como não é possível fazer uma viagem segura apenas com base no espelho retrovisor do carro, os indicadores financeiros não são suficientes para garantir que a empresa está caminhando na direção certa. Em um ambiente global para serem competitivas, as empresas devem realizar as etapas do seu processo produtivo com excelência, o que leva à necessidade de ferramentas eficientes de gestão estratégica. É nesse contexto que o Balanced Scorecard é apresentado .
11 LÍNGUA PORTUGUESA E LEITURA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR , SANTANA, Jessica de Jesus
Atualmente, ainda temos que admitir que existem debates entre os professores sobre a formação no que se refere às práticas educacionais ainda no Ensino Superior. A leitura é essencial para qualquer estágio e seu desenvolvimento acompanha a vida escolar de cada aluno. No ensino superior, a capacidade de ler, interpretar, apreender significados e discorrer com o texto tem implicações para a formação acadêmica e o desempenho profissional do graduado. Por esse motivo, este trabalho destaca a importância do professor universitário conhecer os fundamentos teóricos sobre o ensino da leitura para embasar sua ação pedagógica, que vai além de ter o conhecimento específico de uma determinada disciplina. O objetivo deste estudo é discutir uma breve reflexão sobre os resultados da deficiência no ensino da leitura nas universidades e a ausência da disciplina “Língua Portuguesa” nas matrizes curriculares dos cursos de graduação, especialmente daqueles que formam profissionais que atuam diretamente. com leitura, escrita e interpretação.
12 ANTAGONISMO ENTRE CIDADÃOS BRASILEIROS RESULTANTE DE DISCURSOS PRODUZIDOS NA ESFERA DO PODER POLÍTICO , Lúcia Helena Gomes Carneiro
No contexto do debate político contemporâneo, a posição dos indivíduos se deve ao acolhimento afetivo a um dos pólos ideológicos. O objetivo deste artigo é discutir a maneira como as práticas discursivas empreendidas por membros de diferentes grupos políticos brasileiros subjetivaram os cidadãos em geral, fazendo-os situar-se em pólos ideológicos opostos. A escolha do lado da disputa, porém, nem sempre é feita de forma consciente e racional. A adesão muitas vezes se deve à mera simpatia pelos parlamentares, cujo discurso preenche uma lacuna popular gerada devido à indignação diante dos escândalos que prejudicam a economia. Na discussão, são mobilizados recortes de sites eletrônicos, inclusive de conteúdo jornalístico. Nesses sites, os leitores têm seu próprio espaço para comentar as histórias. Os termos utilizados revelam apenas um discurso impregnado de rancor e revolta, sem, no entanto, se sobressair na argumentação com o uso de dados que sustentem uma opção refletida quanto ao lado em que se posicionaram. A interpretação é feita à luz de referências de fontes sociológicas, que mostram que o que se denomina problema social, muitas vezes, é apenas uma preocupação de determinados grupos com os riscos de diminuição de prestígio, regalias ou oportunidades que um fato lhes pode provocar.
13 O PROCESSO DE LITERACIA E LETTERING , Maria Aparecida de Carvalho; Taiana Veríssimo de Oliveira Lima; Jaqueline Tamires Pereira
Alfabetização e alfabetização são dois processos de ensino distintos, mas inseparáveis. O ideal é a profissão. O fim da educação buscar a alfabetização pela escrita. Portanto, este trabalho apresentará um texto que aborda o processo de alfabetização e alfabetização. São métodos de ensino que promovem o ensino e a aprendizagem de forma a colocar o aluno em contato com o contexto social e a aquisição de cognição, fatores importantes para a formação escolar e intelectual da criança. Nesse processo, as práticas de leitura e escrita são integradas, tornando-se ações relevantes para uma aprendizagem efetiva e significativa durante a fase de estudos nas séries iniciais.
14 O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELATÓRIO DAS DIFICULDADES E INSTALAÇÕES DA SEGURANÇA SOCIAL E DA GESTÃO PÚBLICA EM SAÚDE , Maria edina rodrigues
O Serviço Social é uma profissão de cariz sociopolítico, crítico e interventivo, que utiliza instrumentos científicos multidisciplinares das Ciências Humanas e Sociais para analisar e intervir nas várias refracções da “questão social”. Contribui para a formulação e implementação de políticas sociais públicas. Ser um profissional que atua diretamente no processo de organização e mobilização da sociedade, comprometido com a efetivação dos direitos sociais e com o desenvolvimento pleno da cidadania. Nesse sentido, faz-se necessário descrever melhor a atuação desse profissional e, portanto, este estudo tem como objetivo relatar a atuação do Assistente Social a partir das dificuldades e facilidades da seguridade social e da gestão da saúde pública. Trata-se de um relato de experiência com base nas políticas de assistência social, saúde e previdência que compõem o tripé da seguridade social, inscritas nos artigos 194 e 195 da Constituição Federal de 1988 e como essas políticas vêm sendo implementadas. , considerando a atual conjuntura política brasileira pela emenda constitucional EC 95/16 que congela os gastos públicos por vinte anos. Provocando o aprimoramento da política de saúde que se desviou do caráter universalista e se voltou para um viés assistencialista. O cenário estava na Central do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A profissional assistente social participou da pesquisa. Para a coleta de dados, foram utilizados o método experiencial e a revisão bibliográfica. Os principais resultados apontam para a justificativa da privatização da política de saúde. Conclui-se que a Previdência Social brasileira, enfrenta um desmonte de sua garantia e para justificar a ausência do poder público para garantir o atendimento às demandas dos usuários, são criadas leis complementares, como a Lei 13.714 / 18 e portarias municipais adaptando o atendimento de usuários de alguns insumos de saúde. E para voltar à trajetória explícita da CF / 88 por meio do exercício das políticas, que compõem o tripé da previdência social, é urgente e necessário revogar a Emenda Constitucional - EC nº 95/16, pois sem recursos financeiros, tornase inviável qualquer boa vontade do gerente.
15 DISCERNIMENTOS ENTRE A EDUCAÇÃO RELIGIOSA E A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS , Silvana Aparecida Lima Silva
A intensificação dos problemas ambientais tem gerado a necessidade de reflexões e ações relacionadas à educação ambiental nas instituições de ensino. Atualmente, o grande desafio das escolas é formular um conteúdo ambiental interdisciplinar que atue de forma eficaz. Assim, este artigo teve como objetivo analisar e discutir a eficácia da articulação entre o ensino religioso e a educação ambiental, para a formação da consciência socioambiental dos alunos. Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, buscando analisar diferentes abordagens científicas sobre o tema. Diante das questões investigadas, foi possível compreender que o diálogo entre o ensino religioso e a educação ambiental representa uma proposta eficiente, pois induz a assimilação dos elementos culturais dos alunos com os novos conhecimentos adquiridos, aproximando teoria e prática.
16 MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL , Sirlene Gomes da Silva Salvador
A sucessão de sons e silêncios organizados ao longo do tempo, uma linguagem que permite vivenciar, despertar a consciência de diferentes fenômenos e conceitos, a arte de combinar sons simultânea e sucessivamente, com ordem, equilíbrio e proporção no tempo, permitindo a expressão e comunicação de sentimentos e pensamentos, é assim que a música é definida . A criança que vive em contato com a música aprende a conviver melhor com as outras crianças e estabelece uma forma de se comunicar muito mais harmoniosamente do que aquela que não tem música, porém, quando aprende a tocar um instrumento, também aprende a ficar sozinha , sem se sentir sozinho ou precisar de atenção. Este trabalho apresenta uma pesquisa sobre a contribuição da música na Educação Infantil, apontando sua importância para o desenvolvimento integral do indivíduo em formação, identificando-a não como um simples complemento no processo ensinoaprendizagem, mas como parte integrante do mesmo. , também buscando enfatizar como a música auxilia o professor em sala de aula tanto na questão ensino-aprendizagem quanto no próprio cotidiano escolar.
17 TECNOLOGIA NA SALA DE AULA , ZENILDA ANGELICA DA SILVA
Pela necessidade de contribuir para a formação mais significativa dos alunos, no uso de tecnologias em sala de aula para auxiliar, ampliar os conhecimentos adquiridos, multiplicando conhecimentos e melhorando o aprendizado. É importante aprender a integrar as tecnologias digitais de comunicação e informação: audiovisual, lúdica, textual, musical. As tecnologias foram inicialmente utilizadas separadamente, hoje as integrações multifuncionais significam o processo de ensino-aprendizagem. Televisão, vídeo, computadores, Internet, educação de mudança. A escola deve oferecer oportunidade e conhecimento para os alunos, integrando tecnologias na aprendizagem, visto que não há aprendizagem significativa se não houver organização e seriedade na implementação das tecnologias na educação. Os professores entrevistados relatam que, nos tempos atuais, o uso de tecnologias nas escolas é de suma importância, pois elas motivam seus alunos, dinamizam os conteúdos e estimulam a autonomia e a criatividade. É muito importante que os educadores possam visualizar quais são as reais tendências para o futuro e tenham consciência para participar desse processo de ensino- aprendizagem , em uma sociedade globalizada e informatizada. Não oferecer acesso a novos recursos tecnológicos é omitir o contexto histórico, sociocultural e econômico vivido pelos profissionais e alunos da educação.
18 EDUCAÇÃO INFANTIL E ARTE , Rubia Goedert Eger
Este artigo destaca Se a importância da arte na construção do conhecimento , abordando os seguintes temas : A arte na educação infantil; A arte e o aprendizado; O uso de materiais diversificados. A empresa atuais necessidades de cidadãos criativos , motivando, participativo que estão sempre em busca de seus ideais , eles não têm medo de expressar suas singularidades. A arte se baseia em valores que buscam uma formação integral , transformando o aluno em sujeito do seu próprio desenvolvimento , crítico , criativo , capaz de atuar e transfor mar o mundo cultural e a sociedade em que vive.
19 A IMPORTÂNCIA DA LETRAÇÃO NA LITERACIA , Adriana Garlet Silva
A alfabetização é um processo de aprendizagem em que o indivíduo desenvolve a competência para ler e escrever, enquanto a alfabetização lida com a função social dessa leitura e escrita. Assim, o artigo tem como objetivo apresentar o conceito de letramento e letramento no processo ensino-aprendizagem como elementos contribuintes para o desenvolvimento da leitura e da escrita infantil. Para tanto, utilizou-se a pesquisa bibliográfica, apresentando uma abordagem sobre o letramento e o letramento como ações distintas e indissociáveis. Conclui-se que a alfabetização é muito importante, pois incentiva a participação ativa no processo educativo e contribui para a formação futura do aluno, além de auxiliá-lo na alfabetização e visão de mundo, bem como para sua transformação social.
20 GESTÃO ESCOLAR NO SÉCULO 21: OS DESAFIOS DOS NOVOS GESTORES , Betane Leonel da Silva Brittes
É evidente que a escola do século 21 mudou muito. Automaticamente professores, coordenadores e gestores devem se adaptar a esses novos desafios que são a nova geração. O presente trabalho trata justamente da relação de pensamentos entre os antigos costumes de uma escola estrita do século XIX, com professores e coordenações do século XX, e com os alunos do século XXI. Estamos vivendo em um mundo globalizado, onde temos que nos adaptar continuamente se queremos ser profissionais diferenciados e preparados para o mercado selvagem que exige: treinamento, técnica adequada e principalmente experiência e aprender a aprender. Acesso à informação, novas formas e novas questões nas PPPs , a nova forma de organizar a família e como o coordenador / diretor deve enfrentá-la, o surgimento da EJA. A pesquisa de campo foi realizada no Estado de São Paulo, na região de Piracicaba, e abrangeu um total de seis municípios, com o objetivo de perguntar aos coordenadores e diretores quais são os principais desafios em ser um gestor / coordenador no meio do a era “digital” ”, onde são os avós, a internet, a TV e os pais do mesmo sexo que criam os filhos.
21 O CÓDIGO DE ÉTICA , Cristineide Menezes Almeida
O código de ética é um instrumento que orienta o intérprete profissional em sua atuação. A sua existência justifica-se pelo tipo de relação que o intérprete estabelece com as partes envolvidas na interação. Nessas interações, o intérprete é responsável pela exatidão e fidelidade das informações. Assim, a ética deve estar na essência desse profissional. O Código de Ética apresenta situações que podem ser exemplos do dia a dia do intérprete. Tais situações requerem um posicionamento ético do intérprete. Sugere-se que, com base nesses contextos, cada intérprete reflita, converse com outros intérpretes e tome decisões sobre sua posição com base nos princípios éticos destacados no código de ética. O Código de Ética Profissional. O serviço que prestam aos surdos cegos é de vital importância e pode resumir-se da seguinte forma: “Sede os teus olhos e ouvidos para que possas agir e integrar o meio social e cultural”.
22 A importância das relações interpessoais no processo ensino-aprendizagem , Cleodinéia de Matos Palácio
O relacionamento interpessoal se caracteriza como a conexão, ligação ou vínculo entre duas ou mais pessoas em um determinado contexto . Partindo do pressuposto de que a educação é um processo social , que interfere no desenvolvimento das relações entre as pessoas, o contexto escolar torna-se de fundamental importância para a formação desse tipo de relação. Nas escolas, acredita-se que esse tipo de relação é importante no processo ensino-aprendizagem, atua como um facilitador no processo de desenvolvimento cognitivo do indivíduo e os alunos também aprendem os valores da sociedade. O educador, além de poder ensinar, deve ter flexibilidade e cuidado na avaliação de seus alunos, pois cada aluno tem uma necessidade específica . Este artigo visa demonstrar a importância das relações interpessoais no processo ed aprendizagem. A união entre professor-aluno e todos que constituem a instituição de ensino pode transformar a educação em um processo mais agradável, eficiente e, além disso, torna mais fácil detectar e resolver possíveis problemas que possam dificultar o aprendizado.
23 A HISTÓRIA DOS SURDOS NOS ESTADOS UNIDOS , Josefa Alves Dos Santos
Os séculos 18 e 19 foram uma época de ouro para a educação de surdos. Havia muitos professores surdos e era natural usar a linguagem de sinais. Tudo mudou com o Congresso de Milão de 1880, que aprovou o método oral puro. Na década de 1960, a consciência do fracasso do oralismo levou ao retorno dos gestos à sala de aula. No entanto, estes foram usados como um mero instrumento, e não como um marcador de identidade. E cultura surda. Este artigo reflete sobre os obstáculos que se colocam à implantação do bilinguismo na educação de surdos, questionando os discursos atuais e suas diferenças. Ao longo dos tempos, os surdos travaram grandes batalhas pela afirmação da sua identidade, da comunidade surda, da sua língua e da sua cultura, até atingirem o reconhecimento que têm hoje, na era moderna.
24 GESTÃO DEMOCRÁTICA E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O PROCESSO DE APRENDIZAGEM , Marjory de Andrade Alves Rodrigues
Este estudo com o tema Gestão democrática e sua contribuição para o processo de aprendizagem visa apresentar a importância da Gestão Escolar para o desenvolvimento da escola e do processo de ensino e aprendizagem do aluno. Pretende-se também apresentar os desafios enfrentados pelos gestores para consolidar a gestão democrática nas escolas, garantindo suas atribuições. Buscando a participação e a repartição de responsabilidades entre todos os envolvidos no processo de ensino, a gestão democrática permitiria uma melhoria da qualidade da oferta aos alunos e estimularia uma participação e colaboração mais amplas, buscando uma formação pessoal e profissional condizente com as premissas previstas e garantidas no ensino legislação. O estudo proposto é de caráter bibliográfico e torna-se relevante para o cenário educacional tendo em vista a necessidade de discutir os aspectos de colaboração e participação de todos para o desenvolvimento e a tomada de decisões na escola, resultando em uma gestão da qualidade que atenda às necessidades. instituição, alunos, funcionários e comunidade.
25 PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO PARA INCLUSÃO , Mara Renata Pazianotto Soares
As ideologias implantadas não necessariamente ocorrem na prática, uma vez que se chega ao poder, a mesma corrupção criticada faz parte do cotidiano, do novo “ pseudo ” político . O conhecimento tácito e o explícito são formas e meios de inserir a nova tecnologia social, sem perder o passado.
26 PROCESSO DE INCLUSÃO DA EDUCAÇÃO REGULAR , MARJORY DE ANDRADE ALVES RODRIGUES
Projecto de investigação apresentado ao ITS - EUA, como requisito parcial para a elaboração da monografia / dissertação / tese de conclusão do curso (especialização / mestrado / doutoramento) em Educação.
27 TECNOLOGIAS METODOLÓGICAS DO BRASILE PARA A INCLUSÃO DAS DEFICIÊNCIAS VISUAIS NO AMBIENTE ACADÊMICO , Valcemir Barbosa Lopes
A ascensão e o grande avanço dos recursos tecnológicos trouxeram novos métodos que implementaram e facilitaram o processo educacional e de comunicação, por isso tem grande relevância no processo de inclusão dos deficientes visuais. O artigo tem como objetivo geral: Compreender a importância das tecnologias metodológicas na aprendizagem de alunos com deficiência visual , evidenciando alguns problemas específicos desses alunos e a necessidade de implementar recursos tecnológicos para auxiliá-los no seu processo de alfabetização e alfabetização. A partir do cenário atual, o problema foi destacado, levando-se ao seguinte questionamento: As tecnologias podem contribuir no processo educacional de alunos com deficiência visual? Foi realizada uma pesquisa bibliográfica por meio de resenhas, artigos e dissertações por meio do método qualitativo, com base nos recursos didático-pedagógicos da educação inclusiva em relação à Assistência Educacional Especializada (AEE) para deficientes visuais (DV) para estabelecer a compreensão do desenvolvimento do conhecimento estratégico processos e métodos possíveis de adaptação das tecnologias de informação e comunicação (TIC) para conter a inclusão escolar de forma eficiente. Como resultado, verificamos que todo aluno com deficiência visual (DV) tem necessidade de um ambiente com a disponibilidade de recursos tecnológicos com multifuncionalidade como Braille Touch e Dosvox , de forma a garantir o acesso a aulas mais inovadoras e prazerosas quanto ao treinamento aspectos pedagógicos do seu ensino e aprendizagem, motivando o seu processo de desenvolvimento no conhecimento dos conteúdos propostos. Com esta linha de pesquisa, também é investigado que é necessário o desenvolvimento da viabilidade de um sistema aplicativo móvel, sendo um modelo que possui funcionalidade como uma máquina de escrever Braille e outro como um método de sistema para reconhecer o método Braille de um recurso de câmera para o português-BR, uma vez que o método Braille é a grafia utilizada para leitura e escrita pelos deficientes visuais.
28 A Escola Inclusiva , Gilda Maria dos Santos Lourenço
Considerando a importância da Educação Inclusiva, esta pesquisa teve como objetivo verificar quais adaptações físicas são necessárias para uma escola e mapear as relações entre os alunos com deficiência e os demais membros da equipe escolar. Participaram 460 alunos, 26 deles com deficiência e 31 membros da equipe escolar. Para a coleta de dados, foram utilizadas as fichas de filmagem e observação, cujo enfoque foi qualitativo. Dentre os resultados, destaca-se que a infraestrutura escolar ainda não é adequada, há espaços e objetos que precisam ser adaptados. Existe uma interação considerável entre os alunos, inclusive em ambientes fora da sala de aula. O planejamento das aulas e a escolha de estratégias que possibilitem a participação de todos os alunos são essenciais para a constituição de uma cultura inclusiva, portanto, o papel do professor é fundamental. Concluiu-se que nesta escola devem ser criadas condições para a construção de uma cultura de respeito às diferenças.
29 A QUESTÃO DE MANUTENÇÃO DE TCC NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: UMA REVISÃO , Marcela Zanella Ribeiro Pontes
Uma das siglas mais temidas entre os alunos de graduação em diferentes áreas é o "TCC" ou trabalho de conclusão de curso. Alunos e professores têm vários motivos para amá-lo ou até odiá-lo. Mas, afinal, o TCC deve ser mantido ou excluído da nota dos cursos de graduação no Brasil? É para apurar isso com informações confiáveis e teoria do embazamento que este trabalho dá um panorama a respeito da questão da manutenção ou não dessa atividade nos cursos de graduação. Concluiu-se que, apesar de muitos pontos positivos e negativos, cabe a ambas as partes avaliar suas prioridades e decidir qual lado escolher. Mas, sem dúvida, essa etapa da formação acadêmica sempre deixa memórias para toda a vida de quem já a superou.
30 COMPETÊNCIAS SOCIAIS E INCLUSÃO ESCOLAR DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE RESPINGO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA , Carlitos Singolani Garcia Junior
A literatura tem mostrado uma grande lacuna de estudos com o objetivo de estabelecer metodologias eficazes no desenvolvimento da competência social e na inclusão de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Portanto, este estudo teve como objetivo identificar o acervo de pesquisas brasileiras nos últimos dez anos que visam desenvolver a competência social na inclusão escolar de crianças com TEA. Optamos por uma revisão sistemática da literatura. A busca, de todas as ocorrências, no período de 2010 a 2020 foi realizada nas bases de dados SciELO e Lilacs . Palavras- chave booleanas e marcadores para autismo [ e ] inclusão foram adotados . Como resultados, foram encontrados 130 artigos e, com a aplicação dos critérios de inclusão / exclusão, 19 foram selecionados. Os resultados corroboram os dados da literatura que apontam para um déficit de estudos com o objetivo de estabelecer programas e metodologias individualizadas que tenham como objetivo principal o desenvolvimento de habilidades / competências sociais de crianças com TEA no processo de inclusão escolar. No entanto, embora escassos, os artigos apontam para os efeitos positivos de diferentes procedimentos sobre a aquisição de habilidades e o consequente desenvolvimento da competência social em crianças com TEA em inclusão escolar.
31 Coronavírus : um melhor entendimento sobre o assunto , Marina Roveri Vieira
O coronavírus é um vírus pertencente à ordem Nidoviralese que possui material genético como o RNA. É a causa de infecções respiratórias em vários animais, incluindo pássaros e mamíferos. Esta doença está presente na humanidade há muito tempo e apresenta sua forma mais branda quando não há recombinação do material genético entre as espécies e sua forma mais grave quando coronavírus de diferentes espécies se recombinam ou sofrem mutação. Até o momento, não há um tratamento eficaz, apenas cuidados e prevenções. Por isso, é extremamente importante que as doenças causadas por este vírus sejam tratadas com serenidade e que haja pesquisas para melhor compreender a biologia do vírus e as formas de tratamento.
32 PATRIMÔNIO ALIMENTAR DO BRASIL: A INFLUÊNCIA DA DIETAS PORTUGUESAS, INDÍGENAS E AFRICANAS , Cristiane F. L Veiga
O objetivo deste trabalho é discutir a importância do patrimônio alimentar para compreender os mecanismos de constituição do povo brasileiro a partir da contribuição de portugueses, índios e africanos escravizados. Partindo dessa ideia, propomos que por meio da dieta nacional possamos compreender o sistema produtivo, a economia e as relações sociais que permeiam uma determinada população.
33 ACONSELHAMENTO CRISTÃO E POIMÊNICO: CONHECENDO NOVAS TERMINOLOGIAS , Daniela Soares de Azevedo
Na teologia, uma das disciplinas a serem estudadas é o aconselhamento cristão, por ser um assunto tão importante no contexto eclesial. Essa disciplina tem suas consequências e este artigo busca abordar entre esses desdobramentos alguns aspectos relevantes às características de um conselheiro e reforçar alguns versículos bíblicos que enfatizam a importância do conselho. Outro tema aqui é a abordagem que vem ao se referir à terminologia poiménica que é uma palavra de origem grega, no caso “ poimén ” que significa “pastor” e está relacionada à atividade pastoral como um todo, ou seja, é correlacionado ao pastoreamento e este pastoreamento está ligado ao aconselhamento.
34 EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA ESCOLAR INCLUSÃO DE ALUNOS COM BAIXA VISÃO , Andrea Maria de Sousa Silva
Este artigo tem como objetivo conhecer e refletir sobre as problemáticas atuais das situações sociais relacionadas à política nacional de inclusão escolar no sistema regular de ensino de alunos com baixa visão também destaca a necessidade de formação continuada dos professores que lecionam para essas crianças. A inclusão de alunos com baixa visão tem gerado muitos discursos nas escolas, sendo necessário preparar-se para o acolhimento e permanência dos mesmos a fim de auxiliá-los no processo de ensino e aprendizagem. O mesmo foi realizado por meio de uma pesquisa bibliográfica com o objetivo de esclarecer o tema em questão e uma pesquisa de campo em uma escola pública municipal da cidade de Araguaína-TO, garantindo experiências relacionadas ao processo inclusivo de pessoas com deficiência visual. O instrumento utilizado para a coleta de dados resultou na aplicação de um questionário junto aos envolvidos no processo em questão. Diante disso, é possível verificar que os professores apresentam forte aceitação para o processo inclusivo, mas apontam o despreparo para o exercício dessa função. Esse tema foi escolhido por ser amplamente discutido no campo educacional, a fim de favorecer a contextualização do papel da escola em relação às perspectivas na formação de alunos com baixa visão. Assim, aponta a importância que a Assistência Educacional Especializada tem no desenvolvimento cognitivo e social desses indivíduos e no favorecimento de ações pedagógicas voltadas ao ensino e aprendizagem em um momento de intensa luta pelos direitos humanos de nossa sociedade.
35 USO DE DADOS CLIMÁTICOS ATRAVÉS DE SENSORES ANALÓGICOS DA ESTAÇÃO METEOROLÓGICA - UMA PRÁTICA ALIADA À EDUCAÇÃO AGRÍCOLA NA ETEC FREI ARNALDO MARIA DE ITAPORANGA - VOTUPORANGA - SP. , Andréia da Cruz Rodrigues Silva
A Estação Meteorológica Automática - EMA é uma ferramenta fundamental para auxiliar pesquisadores, agricultores e a comunidade em geral no monitoramento das condições climáticas em diferentes ambientes, como propriedades rurais com lavouras, pastagens, entre outros. A estação é equipada com equipamentos e / ou sensores que coletam dados de Temperatura do Ar, Umidade Relativa do Ar, Precipitação, Radiação solar, Direção e velocidade do vento, essenciais para o manejo climatológico das lavouras e do meio ambiente dos animais. A utilização dos dados gerados pela estação meteorológica com o objetivo de complementar os estudos teóricos e práticos aplicados na unidade de educação agropecuária é muito importante e oportuna, visto que são poucas as propriedades no território nacional que podem contar com este tipo de tecnologia para o medição de dados climatológicos e assim realizar possíveis dimensionamentos e monitoramento de safras.
36 GESTÃO DEMOCRÁTICA EDUCACIONAL , Mara Renata Pazianotto Soares
A gestão pedagógica administrativa há muito se disfarça de democracia, travestida de comunismo / socialismo. Criar papéis / cargos coordenadores para influenciar Professores / Educadores, seguindo as cartilhas que são covardemente impostas pelo MEC para todos, defendendo as ideologias de Paulo Freire. Por outro lado, Professores / Educadores, com a fonte de ensino imposta pelo MEC, criam amebas “aluno / induzida”, saindo pior do que entraram.
37 Os ódios que nos seduzem , Marlon Caianelo Dias Campos
A violência cotidiana tem levado as pessoas a buscarem um caminho de violência PARA SOLUCIONAR seus problemas com segurança. Muitos cristãos têm assim defendido a propagação da violência, usando o nome de Jesus para justificar isso, e dessa forma eles se afastaram dos ensinamentos do Cristianismo. Cristo lutou pelos excluídos e fracos, em vez de dar troco ofereceu o outro lado e os homens bons de sua época o fizeram réu e torturado. Não há passagem na Bíblia que justifique o uso do método de tortura. O Cristianismo defende o oposto disso, pois visa dar dignidade às pessoas. Observa-se agora que as pessoas que se autodenominam “homens bons” são, na verdade, pessoas que desejam o mal e julgam o próximo, condenando as pessoas à morte por crimes que não seriam condenados dessa forma perante a lei. No evangelho observa-se que não há fundamento para a defesa da pena de morte. E o estado deve cumprir a legislação e não deve legitimar o desejo de vingança e justiça com as próprias mãos. As leis brasileiras estão em linha com o direito internacional contido nos direitos humanos. O cristianismo está de acordo com os princípios protegidos pelos direitos humanos, que visam a defesa dos mais necessitados e a promoção direta da dignidade das pessoas. O cristão não pode julgar e condenar seu próximo, visto que seu conhecimento não é onisciente e pode cometer erros de julgamento. A doutrina cristã ensina que amar e perdoar os outros é a maneira de chegar a Deus. O único que podia julgar e condenar as pessoas, acabava por amá-las e perdoá-las.
38 APRENDIZAGEM SÓCIO INTERACIONISTA , Mara Renata Pazianotto Soares
Em um País, em que tudo é veemente e descaradamente roubado/surripiado da população, não seria diferente para alguém que quer/deseja ser Cientista, não sendo esse se quer reconhecimento como profissão. Se ficarmos pensando como inserir uma educação com qualidade e não fazermos, nunca chegaremos a lugar algum, fala-se sobre a deficiência em educar e ser educado, a data de começo é já/imediatamente.
39 A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NA DOCÊNCIA ONLINE , Mara Renata Pazianotto Soares
A ideia central deste trabalho é demonstrar as várias ferramentas da tecnologia da informação para um melhor aproveitamento pedagógico. As escolas administrativas fomenta a forma de uma nova modalidade de remuneração para os Profissionais de EAD. Entrelaçamento entre o conhecimento convencional versus a era digital.