• We are available for your help 24/7
  • Email: info@isindexing.com, submission@isindexing.com


Paper Details

As estruturas arqueológicas em Cerro Ventarrón – marcos sociogeográficos, lugares e paisagem durante o Formativo Inicial, Lambayeque, Peru

Marcelo Fagundes Márcia M Arcuri Suñer Bernardo Machado Gontijo Alessandra M. Carvalho Vasconcelos Flávia Brasil Baessa Bueno Luís Fernando Rangel de Oliveira Mafra

Journal Title:Revista Espinhaço
Abstract


A costa norte do Peru é uma das regiões responsáveis pelo surgimento da arquitetura monumental no continente sul-americano, destacando-se o remoto desenvolvimento sociocultural e econômico ainda no terceiro milênio da era pré-cristã. Além disso, muito precocemente, grupos que ocuparam essa região foram responsáveis por grandes obras de engenharia (como a irrigação por canais), possibilitando o crescimento vertiginoso de uma agricultura capaz de suportar grandes populações e, consequentemente, do aparecimento da complexidade tecnológica vinculada à produção têxtil, cerâmica e à metalurgia. Todo esse desenvolvimento está diretamente relacionado às cosmologias, que não apenas justificam, mas estruturam a vida nos Andes Centrais durante milênios. Esse trabalho tem como objetivo apresentar como surgem as estruturas arqueológicas em Cerro Ventarrón, no vale de Lambayeque, e como o estudo das características fisiográficas, associado aos conceitos de lugar e paisagem, tem cooperado para a compreensão do modo de vida dos vários grupos que ocuparam a área ao longo de 5 mil anos. Para tanto várias campanhas de campo foram realizadas no intuito de mapear, compreender o sistema de implantação e os vínculos cosmográficos destas estruturas arqueológicas, de acordo com o pensamento andino. Como resultado, observou-se que a implantação destas estruturas está vinculada aos marcos sociogeográficos regionais, contudo associados às formas comuns do pensamento e da organização social compartilhada por distintas sociedades que compõem os Andes.

Download